Este nutriente é o principal na ajuda a prevenção do cancro da mama e está em falta na dieta de todos

Este é o nutriente que ajuda a prevenir o cancro de mama e falta em nossa dieta!

Nossa saúde depende de muitas coisas: algumas não estão sob nosso controle (fatores genéticos), porém outras sim (alimentação, modo de vida…). No caso do cancro de mama, uma problema que afeta muitas mulheres em algum momento de sua vida, existe um nutriente que tem uma relevância particular: o iodo.

Embora normalmente seja associado com a tiroide, o certo é que as mulheres armazenam mais iodo nas mamas do que esta glândula. Uma deficiência do mesmo provoca uma produção maior de estrogênio pelos ovários. elevando o risco de desenvolver cancro em alguma parte do aparelho reprodutor ou nas mamas.


A prova está em que no Japão a taxa de mulheres que sofrem deste mal é de uns 66% menor. Porque? Porque sua dieta inclui até 25 vezes mais iodo que a quantidade diária recomendada (normalmente entre 3 e 13 miligramas frente a 150 microgramas). Nossa principal fonte de iodo tem sido comumente o sal, um ingrediente cuja ingesta tratamos de limitar ao máximo ou do qual fugimos diretamente.
Para sanar isto, devemos recorrer a outras fontes naturais de iodo como o salmão, a lagosta, o atum, o camarão, os mirtilos, as batatas, o feijão branco, os ovos e principalmente as algas, cujo conteúdo em iodo excede muito ao de todos os outros alimentos anteriormente citados.

Os japoneses também usam imenso o chá verde e acreditam que as folhas do Chá verde são ricas em uma energia luminosa, que eles chamam de “chi” e que teria poderes curativos. Já segundo a ciência as folhas do Chá verde, por serem riquíssimas em polifenóis anti-oxidantes poderiam ser grandes aliadas na prevenção das doenças do coração, reduzindo inclusive o número de infartes e de derrames cerebrais.

O chá verde também estimula o sistema imunológico, aumentando nossa protecção natural contra as infecções, inclusive a gripe. Também tem sido conhecida mundialmente por suas propriedades anti-cancerígenas, onde cientistas apontam o EGCG como o grande responsável em bloquear o crescimento de tumores do pulmão, intestino, próstata, mama, pele e outros tipos de cancro.

Embora ainda não se tenha comprovações científicas, os resultados das pesquisas sobre o poder do chá verde contra o cancro, tem sido bastante animadora. Por ser um poderoso anti-oxidante, ele também reduz o colesterol elevado, evitando que ele se oxide ou se acumule nas paredes das artérias.

Esta informação não pretende de nenhum modo substituir a opinião profissional de um médico, ao qual devemos procurar imediatamente se notamos qualquer sintoma preocupante, além de fazer frequentemente exames de maneira regular.
Se lhe pareceu interessante: COMPARTILHE ESTE ARTIGO!