Mulher mais gorda do mundo perde 360 kg


Mayra Rosales era morbidamente obesa. Aos 28 anos, a jovem natural do Texas, Estados Unidos, pesava 470 kg. Agora, com 34 anos, perdeu 80% do seu peso e a sua história está a inspirar o as redes sociais. Apelidade de “a mulher mais gorda do mundo”, Mayra esteve vários anos confinada a uma cama.

Não conseguia andar, nem se conseguia mexer; precisava de auxílio de máquinas para respirar, para tomar banho e para todas as outras atividades do dia-a-dia. Tinha feridas em todo o corpo, por estar deitada todo o dia. Em 2008 fez manchete em todo o mundo ao confessar que, por acidente, tinha esmagado o sobrinho, de 2 anos, e a comunicação social passou a chamar-lhe “a assassina de meia-tonelada”. Mayra foi julgada e, para ir a tribunal, teve que ser transportada por uma grua, após ter sido aberto um buraco na parede para permitir a saída da jovem. A investigação revelou que Mayra confessou o crime para proteger a irmã, que terá agredido o filho até à morte e que está a cumprir pena de 18 anos de prisão. Ilibada em 2011, Mayra resolveu que estava na altura de mudar de vida. Determinada em perder peso, submeteu-se a várias cirurgias, colocou uma banda gástrica, mudou o estilo de vida e passou a ter cuidados na alimentação e a praticar desporto.

Quatro anos depois está irreconhecível. Mayra Rosales perdeu mais de 360 kg, e hoje pesa pouco mais de 90 kg. Fez algumas cirurgias de remoção de excesso de pele e mostra os resultados nas redes sociais, dando conselhos de saúde, alimentação e exercício a quem a procura. A sua história de vida deu um documentário no canal norte-americano TLC. Orgulhosa da transformação, Mayra quer que a sua história inspire outras pessoas que queiram mudar de vida. “Eu estava morrer. Tinha desistido da vida. Estava viva, mas não vivia absolutamente nada”, conta Mayra Rosales, que agora vive com um sorriso no rosto.