Caçador de troféus argentino tenta disparar contra elefantes – acaba por ser esmagado e morre

Um caçador de troféus argentino foi perseguido por um elefante que o descobriu enquanto procurava um lugar para atirar no animal.
A situação assustadora terminou com o caçador sendo pisado até a morte, escreve a Agência de Imprensa da Namíbia.
O caçador, identificado como Jose Monzalvez, de 46 anos, foi morto no sábado à tarde, 12 de agosto, numa área a noroeste da pequena cidade de Kalkfeld.

Uma equipe de cinco caçadores de troféus profissionais, incluindo o argentino Jose Monzalvez, acompanhava um grupo de elefantes.
Então, um dos elefantes descobriu o grupo, de acordo com um porta-voz da polícia na região de Otjozondjupa.
Os caçadores viram o elefante carregando em direção a eles e tentaram encontrar um bom lugar para atirar o animal – mas eles nunca tiveram a chance de puxar os seus gatilhos.
Em vez disso, o elefante começou a persegui-los e acabou esmagando José Monzalvez até a morte.


Monzalvez não é o primeiro caçador de troféus a ser morto por um elefante este ano.
Em maio, um conhecido caçador sul-africano foi atingido por um elefante no Zimbábue.

Matar animais por puro prazer é algo que nunca entenderemos. Mas ainda assim, lamentamos ouvir a morte trágica de Jose Monzalvez. Esperançosamente, dará a outros caçadores uma pausa e deixarão de tentar matar essas criaturas majestosas no futuro. Isso seria uma vitória tanto para elefantes quanto para humanos!
O que você acha?